mais sobre mim

cuscar no ninho

 

Janeiro 2014

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

Crónicas frescas

Voltámos à nossa Praia

Não lhe vão fazer mal, po...

Aqui vou para a Costa e d...

Cronicas Antigas

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Maio 2013

Março 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Junho 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

tags

adeus

agradecimento

ajuda

alimentação

almoço atribulado

amiga

amigos

amizade

amor

amor de mãe

amor maternal filha

aniversário

aniversário da bárbara

aniversário do cr´´onicas

aniversário do crónicasde uma mãe atrapa

anjos

apego

aprender

apressada

arrumações

avó

bá escola

bá sementes

baba

babyblog

banho

bárbara

barbara

bárbara.

batata

bbá

bdnotícias de bárbara

bebé

bebé quer falam precocemente

bebés

beijos

birra

birras

blogontro

blogontro cancelado.

boas festas

bola de pêlo

bolo de bolacha receitas fáceis

bondade

bonita

brincadeias avós lenga-lenga

brincadeira

brinquedos

cadeia alimentar

cadeirinhas

campanha. mãe

carinho

carnaval

carro

carros

carta

chacina

chica esperta

cibernética

cinema

cinoc sentidos anjos de prata

cinto

ciúmes

clube mammy

concurso

conversas engraçadas

coração de ouro.

criança

crianças

darfur

desenho

dia do pai

divertido

festa

filha

filhos

flores

golfinhos

histórias

jardim

linda

mãe

magia

mamã

menina crescida

natal

notícias da bá

operação

parabéns

patinho

polícia

praia

prémio

regresso

sapo

selo

talento

vaca

varicela

todas as tags

A mamã gansa gostou

A minha experiência de am...

Fomos à praia

E quando os filhos de Cro...

FRAUDE CIBERNÉTICA É CRIM...

Sabor a azul do Céu...

O Ursinho Gummy

A mamã Natal perdeu as ca...

Um Domingo especial

Parabéns filha

Para a minha Barbarita pe...

Mminhos para o Ninho

1º Lugar Babyblogs

Mamã Gansa

Cria o teu cartão de visita

Voaram sobre o o ninho da Mamã Gansa

Andamos por aqui...

O Nosso selo e os de voos amigos

Crónicas de uma Mãe Atrapalhada

O Selo do nosso Ninho e voos amigos

Crónicas de uma Mãe Atrapalhada

blogs SAPO

subscrever feeds

"Vais ter que aprender a viver com dois pequenos problemas" Bárbara

Carta ao Pai NatalCarta ao Pai Natal de Bárbara Duarte

Lilypie Kids Birthday tickers Daisypath Happy Birthday tickers Lilypie Third Birthday tickers Lilypie Breastfeeding tickers
Sexta-feira, 12 de Julho de 2013

Voltámos à nossa Praia

Ainda há por aí alguém que acompanhe este blog desde o seu início? Se há lembram-se deste post “Fomos à Praia”? Não haja dúvida que o mundo pequeno e há coisas que não acontecem por acaso. Pois é o colégio da Bá faz os dias de praia, exatamente sabem onde? Na Praia da Riviera, como vêm eu tinha razão “gente choque é outra coisa” (vide post citado). Ela queria muito que eu lá fosse ter um dia com ela este ano. Mas estava difícil. Ontem lá consegui ter o dia e depois de dias em que passei dia e noite a trabalhar, bem merecido o foi. Estava difícil, pois como queria dar-lhe um dia de miminho só para ela, tive de ir primeiro levar o Gonçalo à ama , a seguir ainda tive que ir pôr gasolina  e como há muito que não fazia esse caminho sozinha, ia tentar lembra-me do caminho. Bom acabei por enganar, mas não foi grave porque consegui ir lá ter. Não consegui foi estacionar logo na praia dela. Ainda tive que andar e estava de coração aos saltos que eu estivesse achegar e eles a sair, mas felizmente não.

  Assim que me viu os olhos brilharam de felicidade e encheu-se de orgulho. Fomos as duas á água. Brinquei com ela e os amigos. Depois ela pediu-me para não voltar para a escola e ficar mais um pouco comigo. Não resisti e cedi. Não consegui evitar de recordar todo o dia a aventura que tinha tido com ela anos atrás. Já não é a minha bebé. È aminha menina crescida. Já nada. Já me ajuda  a carregar as coisas. Brinca comigo na água e coleciona conchas junto do mar. Partilha a merenda dela comigo e repete sem fim que tem muita sorte porque ficou com a mãe na praia. A água estava ótima e a bandeira estava verde. Tirá-la de água foi difícil, mas a determinada altura a rebentação estava forte e eu insisti para sair apesar da bandeira verde,

a corrente estava a puxar. Fomos a uma esplanada num barzinho simpático e original que não me pagam a publicidade, mas pela simpatia a merecem, se forem lá visitem “Xunga Baby love”. A esplanada está decorada com material reciclado e pintado.

Enquanto estávamos na areia eu recordava e contava-lhe o nosso dia de praia. Ela ria-se quando eu lhe contava a que ela dizia que queria ir à água só com as “mimis”  ou só com o rabo.  Depois regressámos as  duas e  eu fui buscar o bebé.

  Mas foi tão bonito, eu olhava para a menina em que ela se tornou e só via a minha bebé santada debaixo do guarda-sol a brincar na reia com pás  e baldes e depois voltava a olhar via a menina que queria ir à água só com o rabo ,mas a seguir via a menina que só queria partilhar uma trade especial com a mãe e nadar. Olhava para ela e já não tem nada de bebé está enorme, as pernas, os braços era de menina crescida. Eram da minha menina de oito anos de quem muito me orgulho e aos meus olhos ela ainda cresceu mais depois que o mano nasceu. Adoro quando ela se dá de mana mais velha e protege o mano.

 E tudo isto fez-me lembrar como é bom e importante este blog para registar estes momentos mágicos que são únicos, irrepetíveis e inesquecíveis.

   

crónica da Mamã Gansa às 10:50
link do post | Diga à Mamã Gansa | o que disseram à mamã (2) | Ena pá isto é muito giro
 O que é? |  O que é?
Segunda-feira, 19 de Outubro de 2009

Não lhe vão fazer mal, pois não?

Como o tempo tem estado bom e a Bá fez pouca praia temos aproveitado para ir à praia e temos apanhado dias excelentes. Melhores do que em Agosto. No sábado passado, a Bá viu um rapaz que tinha pescado um polvo e foi a correr ter com ele. O rapaz foi muito simpático respondendo-lhe a todas as perguntas. Preocupada a Bá perguntou: Não lhe vão fazer mal, pois não. E que eu tenho pena dos animais serem comidos, eu tenho muita pena. - Diz ela com um ar muito sentido. O rapaz e os amigos acharam-lhe piada:

- Não, não lhe vamos fazer mal, vamos pô-lo num aquário com uma “polva”.

Eu sorrio e agradeço. Eles perguntam-me a idade dela e ela responde. Acham-lhe ainda mais piada. Tão pequenina e já com tanta consciência. -comentam.

E eu com os meus botões, começo a pensar se não vale a pena começar a experimentar umas receitas com Tofu, seitan e etc. É que se vissem a carita dela…

 

crónica da Mamã Gansa às 10:24
link do post | Diga à Mamã Gansa | o que disseram à mamã (1) | Ena pá isto é muito giro
 O que é? |  O que é?
Sábado, 18 de Julho de 2009

Aqui vou para a Costa e das matilhas de cães vou fugir…

Fomos à Praia da rainha. Tudo parecia perfeito, chegámos na hora em que muitos partem. A minha hora preferida para fazer praia. Longe da confusão, mas de plena comunhão com a areia, o sol e o mar. Como disse estávamos poucos na praia e apesar do vento que insistia em soprar, estava-se admiravelmente confortável perto do mar. A Bárbara brincou numa piscina de areia que outra criança fizer com o pai e depois construímos a nossa. A seguir fomos à àgua. O mar apesar da bandeira amarela não estava bravo. Mas dava para brincar com as pequenas ondas que a maré enchente fazia. As gaivotas começavam a substituir as pessoas que saíram na praia. Eu e a Bá brincávamos na água a fingir que fugíamos das ondas e voltávamos. Parecia o fim de tarde perfeito.

Mas de repente corria a Bá na minha frente em direcção às toalhas quando me apercebo que começava a chegar à praia uma matilha de cães abandonados. Temi por mim e por ela. Gritei-lhe para que parasse de correr. Pedi-lhe que não se aproximasse de nenhum. Expliquei-lhe que aqueles cães não tinham dono e podiam ser perigosos. Comecei a arrumar as coisas o mais depressa que consegui. A Bá obedeceu-me e eu agradeci a Deus por ela me ter obedecido, pois nem sempre é fácil que ela o faça. Começavam a chegar mais cães e o meu pânico aumentava. Tentava manter-me calma, mas confesso que fiquei com medo. Foi uma das piores experiências da minha vida ter que passar com a Bá ao lado da matilha. Há muito tempo que não sentia uma sensação de pânico e impotência tão grande.

 Senti também raiva das pessoas inconscientes, egocêntricas e egoístas que abandonaram aqueles cães (alguns de raças caras), pondo em risco a vida dos cães e das pessoas que por eles passam Pois estas matilhas tornam-se perigosas. Abandonar animais é um crime público. Antes de levarem um cachorro para casa deviam-se lembrar que eles crescem. Pois chegam às férias e os pobres bichos são largados à sua sorte. Espero que não façam o mesmo com os filhos, pois eles também crescem e começam a dar mais trabalho!

 Não sei que entidade poderá ser responsável por retirar estes cães das praias, mas enquanto isso não acontecer, com muita pena e minha da Bá à Costa da Caparica é que eu não volto e não aconselho ninguém. Aliás é de repassar este aviso para a segurança de todos: Cuidado matilhas de cães abandonados invadem praias da Costa da Caparica.

E não estou a exagerar. Fui dona de cães e adoro cães. Mas também já li e já vi programas sobre os perigos destas matilhas. È que basta um atacar para eles agirem em matilha.

 

Depois de passar a matilha as minhas pernas tremiam como varas verdes. Fomos directas ao carro e ali arranjamo-nos a pressa, pois na altura em que dois cães passaram lá perto, enfiei-me mim e à Bá no carro.

Senão fosse isto tinha sido um fim de tarde perfeito.

 

crónica da Mamã Gansa às 03:00
link do post | Diga à Mamã Gansa | o que disseram à mamã (2) | Ena pá isto é muito giro
 O que é? |  O que é?

Crónicas gosta de

Andamos por aqui...