mais sobre mim

cuscar no ninho

 

Janeiro 2014

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

Crónicas frescas

Mamã, já sou uma menina c...

Eu não sou bebé, sou uma ...

Cronicas Antigas

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Maio 2013

Março 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Junho 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

tags

adeus

agradecimento

ajuda

alimentação

almoço atribulado

amiga

amigos

amizade

amor

amor de mãe

amor maternal filha

aniversário

aniversário da bárbara

aniversário do cr´´onicas

aniversário do crónicasde uma mãe atrapa

anjos

apego

aprender

apressada

arrumações

avó

bá escola

bá sementes

baba

babyblog

banho

bárbara

barbara

bárbara.

batata

bbá

bdnotícias de bárbara

bebé

bebé quer falam precocemente

bebés

beijos

birra

birras

blogontro

blogontro cancelado.

boas festas

bola de pêlo

bolo de bolacha receitas fáceis

bondade

bonita

brincadeias avós lenga-lenga

brincadeira

brinquedos

cadeia alimentar

cadeirinhas

campanha. mãe

carinho

carnaval

carro

carros

carta

chacina

chica esperta

cibernética

cinema

cinoc sentidos anjos de prata

cinto

ciúmes

clube mammy

concurso

conversas engraçadas

coração de ouro.

criança

crianças

darfur

desenho

dia do pai

divertido

festa

filha

filhos

flores

golfinhos

histórias

jardim

linda

mãe

magia

mamã

menina crescida

natal

notícias da bá

operação

parabéns

patinho

polícia

praia

prémio

regresso

sapo

selo

talento

vaca

varicela

todas as tags

A mamã gansa gostou

A minha experiência de am...

Fomos à praia

E quando os filhos de Cro...

FRAUDE CIBERNÉTICA É CRIM...

Sabor a azul do Céu...

O Ursinho Gummy

A mamã Natal perdeu as ca...

Um Domingo especial

Parabéns filha

Para a minha Barbarita pe...

Mminhos para o Ninho

1º Lugar Babyblogs

Mamã Gansa

Cria o teu cartão de visita

Voaram sobre o o ninho da Mamã Gansa

Andamos por aqui...

O Nosso selo e os de voos amigos

Crónicas de uma Mãe Atrapalhada

O Selo do nosso Ninho e voos amigos

Crónicas de uma Mãe Atrapalhada

blogs SAPO

subscrever feeds

"Vais ter que aprender a viver com dois pequenos problemas" Bárbara

Carta ao Pai NatalCarta ao Pai Natal de Bárbara Duarte

Lilypie Kids Birthday tickers Daisypath Happy Birthday tickers Lilypie Third Birthday tickers Lilypie Breastfeeding tickers
Terça-feira, 26 de Agosto de 2008

Mamã, já sou uma menina crescida...

Mamã, já sou uma menina crescida...

E não há dia que a minha filha não me lembre orgulhosamente que já é uma menina crescida. Quer participar das conversas dos pais, quer ajudá-los. Continua teimosa, marota e traquina. Continua perigosa a fugir-me em todo o lado, escorregadia como o sabão, mas com a delicadeza e beleza de uma rosa soprada ao vento. Olhos nos seus e vejo um brilho. Um brilho de felicidade. Um brilho de orgulho. Repete constantemente, não quero ajuda, eu faço. Sou uma menina crescida. E eu olho para ela e vejo como está crescida. Crescida e linda. Não deixará nuca de ser a minha bebé como lhe digo, mas não me canso de repetir que tenho muito orgulho na minha menina crescida refilona, alegre, brincalhona. È uma dádiva ser mãe, mas ser mãe de criança como esta é uma dádiva muito grande. Porquê como esta? Porque é minha, porque é única, porque me surpreende todos os dias com a sua agilidade e capacidade de raciocínio, para alguém que fez 3 anos em Março. Porque me dava resposta que não era usuais numa criança de 2 anos. Haverá mais crianças com certeza. Mas esta  foi a que eu gerei E embora tenha sido há tão pouco tempo parecem tão longe os dias em que segurava a minha bebé pequenina no braços, os dias em que nada mais me sentia a não ser um biberão gigante. As noites em que o teu choro me desesperava tanto que pensamentos negros passavam pela minha mente. E eu inventava canções para os afastar da minha mente e para te embalar e ainda hoje com elas te embalo. Mas por ti voltava a passar tudo de novo. E hoje olho para ti, tão crescida, tão vaidosa, tão bonita tão querida. E incho de orgulho. És uma criança alegre sorridente, inventa histórias, canções e brincadeiras. Não gostas de estar sozinha e gostas que eu seja a tua companheira de brincadeiras. Às vezes fico para a olhar para ti a falares, a expressares-te com as mãos e a pensar como cresceste tanto só num ano. Não gostas de me ver triste corres a dar-me beijinhos,   a fazer-me festinhas e a dizer, não estejas triste, eu tomo conta de ti. E nesse momento tudo brilha à minha volta. Quero-te pedir uma coisa filha: Guarda sempre esta menina crescida pequenina muito doce, dentro de ti. Ela é a tua essência, o teu perfume.

E por falar em perfume, começo achar que os filhos trazem um perfume de feromonas relaxantes, pois basta-me abraçar-te e sentir o teu cheirinho, para ficar tão calma e tão tranquila, que até o sono se torna mais sereno.

Que surpresas mais ainda me vais revelar minha querida menina crescida?

Olho para ti e penso que não sei o que fiz ao tempo, mas acho que de ti fiz uma criança feliz.

crónica da Mamã Gansa às 13:05
link do post | Diga à Mamã Gansa | o que disseram à mamã (2) | Ena pá isto é muito giro
 O que é? |  O que é?
Sábado, 9 de Agosto de 2008

Eu não sou bebé, sou uma menina crescida!!!

 

 

Que ninguém chame bebé à Dona Bá que ela é uma menina crescida…

Já há um tempo, passámos alguns dias em casa das avós (avó e tia-avó) paternas e um senhor que foi fazer uma entrega meteu-se com ela dizendo :

- Olá bebé..

A o que ela respondeu muito zangada:

- Eu não sou bebé, sou uma menina crescida…

O senhor achou-lhe piada de tal forma que estava eu na rua come ela ao colo para entrar no carro e o senhor parou reconhecendo-a e virou-se para ela dizendo:

-Olá Bebé…

A resposta não se fez esperar e o senhor continuou o caminho dele a rir.

crónica da Mamã Gansa às 06:07
link do post | Diga à Mamã Gansa | o que disseram à mamã (1) | Ena pá isto é muito giro
 O que é? |  O que é?

Crónicas gosta de

Andamos por aqui...