mais sobre mim

cuscar no ninho

 

Janeiro 2014

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

Crónicas frescas

2anos….

Manteiga

Coisas más e coisas boas

Feliz 2014

Feliz Natal

Feliz Natal

Dezanove mesinhos

Afinal há manhãs assim c...

Fomos a praia os três...

Gonçalo e a "cobertura de...

Gonçalo e a Otite

Batata versus Body

Voltámos à nossa Praia

Notícias

O puto já anda

8 anos o número do Infini...

Um ano de ti Gonçalinho

FELIZ NATAL

Babá valente

Dez meses de ti Gonçalo.

Saídas da Bá

O lanche do Gonçalo

O 1º lanche que a mana d...

É oficial a Bá já está no...

Dicionário de Bárbara

Já fiz 5 meses.

Indginção em dfesa da ama...

Nasceu uma mãe I

Nasceu uma mãe II

Coisas da Bá

Cronicas Antigas

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Maio 2013

Março 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Junho 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

tags

adeus

agradecimento

ajuda

alimentação

almoço atribulado

amiga

amigos

amizade

amor

amor de mãe

amor maternal filha

aniversário

aniversário da bárbara

aniversário do cr´´onicas

aniversário do crónicasde uma mãe atrapa

anjos

apego

aprender

apressada

arrumações

avó

bá escola

bá sementes

baba

babyblog

banho

bárbara

barbara

bárbara.

batata

bbá

bdnotícias de bárbara

bebé

bebé quer falam precocemente

bebés

beijos

birra

birras

blogontro

blogontro cancelado.

boas festas

bola de pêlo

bolo de bolacha receitas fáceis

bondade

bonita

brincadeias avós lenga-lenga

brincadeira

brinquedos

cadeia alimentar

cadeirinhas

campanha. mãe

carinho

carnaval

carro

carros

carta

chacina

chica esperta

cibernética

cinema

cinoc sentidos anjos de prata

cinto

ciúmes

clube mammy

concurso

conversas engraçadas

coração de ouro.

criança

crianças

darfur

desenho

dia do pai

divertido

festa

filha

filhos

flores

golfinhos

histórias

jardim

linda

mãe

magia

mamã

menina crescida

natal

notícias da bá

operação

parabéns

patinho

polícia

praia

prémio

regresso

sapo

selo

talento

vaca

varicela

todas as tags

A mamã gansa gostou

A minha experiência de am...

Fomos à praia

E quando os filhos de Cro...

FRAUDE CIBERNÉTICA É CRIM...

Sabor a azul do Céu...

O Ursinho Gummy

A mamã Natal perdeu as ca...

Um Domingo especial

Parabéns filha

Para a minha Barbarita pe...

Mminhos para o Ninho

1º Lugar Babyblogs

Mamã Gansa

Cria o teu cartão de visita

Voaram sobre o o ninho da Mamã Gansa

Andamos por aqui...

O Nosso selo e os de voos amigos

Crónicas de uma Mãe Atrapalhada

O Selo do nosso Ninho e voos amigos

Crónicas de uma Mãe Atrapalhada

blogs SAPO

subscrever feeds

"Vais ter que aprender a viver com dois pequenos problemas" Bárbara

Carta ao Pai NatalCarta ao Pai Natal de Bárbara Duarte

Lilypie Kids Birthday tickers Daisypath Happy Birthday tickers Lilypie Third Birthday tickers Lilypie Breastfeeding tickers
Quinta-feira, 4 de Setembro de 2008

Obrigada e assim que conseguir volto.

Recados Para Orkut

 

Só passei por aqui para dizer olá a todos quanto passaram e deixaram palavras carinhosas.Tenho visitado os vossos cantinhos em silêncio. As férias já terminaram. Mas tenho muito a resolver. Mais uma vez fui colocada em casa. Com uma criança de 3 anos para educar, ao fim de 14 anos a dar aulas, não me sinto com vontade de escrever. Afastam-se as perspectivas de poder ter um 2º filho sem estabilidade económica. Os apoios familiares são poucos ou nenhuns. por isso neste momento como hão-de compreender não estou com vontade de escrever em blogs.

 

 Mudar de área da profissão? Sim seria uma bonita sugestão se eu já não tivesse perdido 4 anos da minha vida a tentar e as respostas eram: -Tem habilitações a mais, com uma licenciatura você consegue melhor, tem mais oportunidades que os outros e não tem experiêrncia.Restando-me apenas apenas empregos temporários. Agora mulher com 40 anos e com filhos, quem me dá emprego noutra área, que não tenha turnos nocturnos, porque ainda por cima não posso contar com ninguém para ir buscar a minha filha escola e tomar conta dela porque o pai não tem horário? Isto se com o andar da carruagem não ficarmos os dois no desemprego. E pronto já chega.Já perceberam porque não tenho andado por aqui.isto é muito giro, mão não dá pão a ninguém

 

Explicações já tentei.Já pus anúncios, mas nada.Em Centros de explicações ganho menos que as mulheres a dias. Mas se precisarem de explicações para os lados de Queluz Massamá de História ; Língua Portuguesa e Inglês, digam que ando por aqui.

 

Ando em buscas de soluções que os problemas já os tenho há muito tempo.Beijos a todos e desculpem o desabafo.

sinto-me: cansada
crónica da Mamã Gansa às 14:47
link do post | Diga à Mamã Gansa | Ena pá isto é muito giro
 O que é? |  O que é?
16 grasnados:
De mil sorrisos a 4 de Setembro de 2008 às 17:01
Isto de ser professora é uma grande m****. Felizmente eu tenho tido sorte, mas choca-me o que se passa neste país da treta. Nem sei que te diga, mas tenta encontrar na Bá a alegria e o incentivo para não baixares os braços... nunca!! Boa sorte e felicidades
Beijos e Mil Sorrisos
:o)))))))))))
De Mamã Gansa a 9 de Setembro de 2008 às 12:27
OLá , foi só um desabafo.Não sou pessoa de baixar os braços mas 14 anos nisto é de convir que cansa. A Bá é a minha luz...Por isso sei que he-ide encontraruma saída Jinhos
De azuldoceu a 4 de Setembro de 2008 às 19:48
Olá! De facto a vida de professor não é nada fácil!
Quando estava a ler o teu post, só me lembrava da opção das explicações... mas depois percebi que já foi algo tentado e que não deu muito resultado...
Só te posso desejar que corra tudo o melhor possivel e que consigas arranjar algo, de preferência na tua área!
Um grande beijinho e força!
De Mamã Gansa a 9 de Setembro de 2008 às 12:24
Olá espero que o céu esteja cada vez mais azul por essas bandas. Obrigada pela força um beijinhos.
De azuldoceu a 9 de Setembro de 2008 às 21:10
Olá! Por aqui o céu tem cada vez menos nuvens...
Obrigada pelo teu apoio e muita força para ti também!
Que essa nuvem negra desapareça daí o mais rápido possível!
Beijocas
De sofia a 4 de Setembro de 2008 às 20:24
Olá querida mamã, sinto muito. Tenho várias mamãs minhas conhecidas que são docentes, umas foram colocadas, outras não. Com tanta necessidade de formar crianças e jovens, pergunto-me em que moldes é feita a colocação...não é justo.
Desejo-te tudo de bom!
Beijinhos,Sofia,Pedro e Joana
De Mamã Gansa a 9 de Setembro de 2008 às 12:22
Obrigada Mamã Sofia pela força...beijinhos
De MamãdaDiana a 4 de Setembro de 2008 às 21:23
Oh pá que chatice! Não desanimes! Gostava de ter o poder de resolver todos os problemas! Detesto ver as pessoas com stresses!

beijinhos amiga!
De Mamã Gansa a 9 de Setembro de 2008 às 12:21
Foi só um desabafo.Mas a vida continua e há que tocar para frente. Já me animaste.Beijinhos
De Migas a 4 de Setembro de 2008 às 23:53
Olá amiga!
Não podia passar por aqui sem deixar umas palavras. Deve ser horrivel ao fim de tanto tempo ainda andares sempre nesta corda bamba das colocações.
E eu, que percebo pouco do assunto, digo-te que melhores dias virão, que pode ser quie apareça por aí um horário não muito longe de casa.
Não podes é perder a esperança e ires-te assim abaixo.
Por ti e pela Bá.
Beijinhos... se precisares de alguma coisa é só dizer.
De Mamã Gansa a 9 de Setembro de 2008 às 12:07
Obrigada Migas.sabes qual é o prblema é que toda a gente tem a ideia que os professores vivem todo muito bem ganham bem saem cedo etc... esquecem-se de divulgar na televisão casos como o meu que fui dar aulas deslocada de casa quando a minha filha tinha 6 meses,que ficam um mês se nos pagar se entrarmos em oferta escola,que se tivermos horário incompleto só nos pagam as horas que damos aulas e ainda temos que dar horas à escola que não são pagas, porque se tiver um horário de 12 horas faço 14 e só me pagam doze, não ganham horas de preparação de aulas nem de tes ,nem de correcção que feita à séria demora mais de 3 horas e que as deslocações, rendas de casa saem do bolso dos professores que há vezes só trabalham para ganhar tempo de serviço,porque quando o fim do mês chega o dinheiro já acabou há muito tempo, que grande parte das famílias de professores do nosso país estão endividados e vêm-se obrigadas a recorrer a aipos de família. Que ao contrário do que muitos pensam também saímos de reuniões às as 9 e dez e meia da noite com testes por corrigir e aulas por preparar e ninguém nos paga, que muitas das vezes as tardes livres são preenchidas com reuniões, e que posso dizer que já passei dias inteirinhos a prepara aulas e materiais, que durante muitos anos nem direito a subsídio de desemprego, já eu tinha uma renda de csa para pagar, que o primeiro ano que pagaram subsídio desemprego levaram 11 meses para me pagar Que temo prazos para cumprir como toda a gente...Éuma pena que estas situações eles não divulguem.
De Raquel R. a 6 de Setembro de 2008 às 16:06
Temos uma profissão ingrata! e em dúvida que o teu grupo é dos piores! Tens sempre a hipotese de ser colocada numa das ciclicas, há as ofertas de escola, escolas profissionais, colégios... eu sei lá!!! As explicaçoes são dificeis e mal pagas! tb ha as aulas ao 1º ciclo - aqueles contratos feitos pelas câmaraas municipais..
bem...requalificação profissional tb nao é fácil!!!

votos de boa sorte! pq é isso mesmo! ter a sorte de ter horario!
Beijokas
De Mamã Gansa a 9 de Setembro de 2008 às 11:47
Obrigada, eu sei mas já o ano passado não fui colocada nas ciclicas.Quanto aos contratos das cãmaras não são para aminha área, são aárea de Educação Físisca, múasica , Inglês expressões dramáticas. As ofertas de escolas é preciso ser-se conhecido, falo por experiência,e ainda por cima só pagam um m~es depois, isto é ano passado trabalhei Fevereiro e só me pagarm no fim de Março e por aíi.....
De Joana S. a 8 de Setembro de 2008 às 00:35
Também conheço de perto a actual situação dos professores, pois faço parte da percentagem que não consegue colocação.
Eu decidi continuar os estudos. É verdade que ainda não casei e não tenho filhos. Mas precisamente por esse motivo, optei por continuar a parte académica. A ideia é não desistir e procurar (sempre) encontrar alguma 'coisa' que nos realize e, de alguma forma,nos permita criar algumas 'ferramentas' para o futuro.
Na tua situação...bem, percebo qual o teu sentimento. Sei que a desilusão deve ser grande, mas há que não esmorecer e há que não desistir. Se não se vai por uma via, tenta-se ir por outra.
Se a prioridade, agora, é criar condições económicas para cuidar do filhote e pensar na hipótese de ter mais um, então, há que ser realista e pensar que se tem de tentar arranjar um emprego onde tal seja possível. Por exemplo, tenho amigas (na tua situação) que encontraram empregos em lojas e em imobiliárias.
Se tens como prioridade criar condições económicas para cuidar da tua família, mas não queres abdicar da tua realização pessoal e profissional, tens de arranjar um forma de tentar compatibilizar as duas 'coisas': emprego e estudos. Ou emprego e formação na área que gostas.
Esta é a minha opinião.
Não me conheces, mas estou a dizer-te isto com sinceridade.
Não sei como és a nível de personalidade, mas por vezes, vai-se buscar forças e motivação onde elas parecem não existir. Acredita!
Define as tuas prioridades e os teus objectivos. Pode ser que seja por aí. :o)
Em relação aos centros de explicações, a minha experiência é péssima. Exploram e chegam a não pagar as horas que damos. A mim, aconteceu-me isso.
Depois, como os pagamentos são a recibos verdes, não compensa, tendo em conta o que tens de pagar à SS. O ideal é conseguires dar explicações em casa. Tenta arranjar um miúdo e depois talvez esse miúdo traga outro e outro...
Boa sorte! :o)
De Mamã Gansa a 9 de Setembro de 2008 às 11:54
Obrigada Sandra, mas acho que há coisas que não percebeste é que a hipótese de raarnajar outra coisa já foi tentada masi uma vez e não conseguida,por factores como idade, ser mãe, ter horarios acumprir com a filha, não ter apoios familiares. Espreita os anúncios de emprego e v~e bem o limite de idade que pôem.Estudar mais, só noutra área,mas para isso era necessário que tivesse disponibilidade financeira que não tenho.Mas não penses que desisti ou ainda não tentei colégios privados e tudo o resto.Quanto às explicações as pessoas querem um explicador que dê tudo,mas eu até percebo bem de matemática do 2º ciclo por exemplo,mas achoq ue deve ser dado por pessoas da área. Por questões de ética profissional só dou expliacções naquilo que me sibnto 100% à vontade. Fora da minha área só de Inglês, porque tenho bastante experiência de fallar... Sem fiulhos Tudo o que disseste já foi equacionado, pôr em prática , nem sempre é tão simples...
De Joana a 11 de Setembro de 2008 às 03:19
Eu percebi! Ao ponto de entender por que razão te sentes dessa forma. Só mesmo quem já tentou várias alternativas é que pode ter o mesmo sentimento que tens.
Não sei a tua idade (desculpa, mas não fui ver o teu perfil antes de escrever este comentário), mas há que não desistir! As hipóteses começam a rarear e as chances de conseguir um emprego podem ser menores. Mas é uma questão de não desistir! Acreditas naquele ditado: "Não há bem que sempre dure, nem mal que nunca acabe"? É um pouco por aí...
Eu ando há quase 10 anos sem conseguir estabilidade na minha área. Tenho um ano em que consigo estar a trabalhar e a fazer imensas coisas, tenho um ano em que não consigo emprego, depois no ano seguinte volto a conseguir alguma coisa...e por aí fora. Já tenho ido para muito longe de minha casa, para trabalhar apenas umas horas, para ganhar tempo de serviço. Enfim...já passei por algumas experiências.
Depois, resolvi continuar os estudos, com o objectivo de melhor o curriculum e de reforçar a formação que tinha (e, como é óbvio, tenho capacidade económica para o fazer). Se isso me vai abrir portas? Não crio ilusões, mas estaria a mentir se não dissesse que alimento uma pequena esperança de que, no futuro, possa surgir alguma coisa.
Agora, é verdade que estou numa situação diferente da tua, pois não sou casada nem tenho filhos. Mesmo que eu dê muito valor à minha formação e realização pessoal, não sei como seria se tivesse um filho para sustentar. Acredito que seja muito complicado. Eu vejo pelas minhas amigas.
Em relação às explicações, eu percebo a tua postura e é de louvar. Mas sinceramente? Repara uma coisa, o à vontade e experiência adquirem-se com o tempo. Por que não tentas dar explicações do 2º ciclo de matemática, nem que numa primeira fase seja na desportiva? Começa por alargar as tuas áreas de ensino. Sabes, tão bem como eu, que a matemática é uma das disciplinas mais procuradas em termos de explicações. Tenta ir por aí. Não estás a ser desleal! Estás a oferecer-te para um nível que dominas. Não vejo mal nisso!
Não se alguma vez tentaste os centros de Novas Oportunidades? É uma hipótese que deves considerar. Na net e no site do IEFP encontras os endereços e instituições.
Mais. Tenta escolas profissionais (caso ainda não o tenhas feito).
Se estiveres disposta a envolveres-te num projecto teu, procura inteirar-te do Programa Femme (é um projecto de apoio à criação da tua própria empresa, mas só para mulheres). Neste projecto, aceitam candidaturas para abertura de centros de explicações e ATL's.
Por enquanto, estou a lembrar-me destas hipóteses.
Eu vou passando por aqui...e vou falando contigo!
E nada de desistir!! Melhores dias virão! Acredita! :o)

Comentar post

Crónicas gosta de

Andamos por aqui...