mais sobre mim

cuscar no ninho

 

Janeiro 2014

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

Crónicas frescas

2anos….

Manteiga

Coisas más e coisas boas

Feliz 2014

Feliz Natal

Feliz Natal

Dezanove mesinhos

Afinal há manhãs assim c...

Fomos a praia os três...

Gonçalo e a "cobertura de...

Gonçalo e a Otite

Batata versus Body

Voltámos à nossa Praia

Notícias

O puto já anda

8 anos o número do Infini...

Um ano de ti Gonçalinho

FELIZ NATAL

Babá valente

Dez meses de ti Gonçalo.

Saídas da Bá

O lanche do Gonçalo

O 1º lanche que a mana d...

É oficial a Bá já está no...

Dicionário de Bárbara

Já fiz 5 meses.

Indginção em dfesa da ama...

Nasceu uma mãe I

Nasceu uma mãe II

Coisas da Bá

Cronicas Antigas

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Maio 2013

Março 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Junho 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

tags

adeus

agradecimento

ajuda

alimentação

almoço atribulado

amiga

amigos

amizade

amor

amor de mãe

amor maternal filha

aniversário

aniversário da bárbara

aniversário do cr´´onicas

aniversário do crónicasde uma mãe atrapa

anjos

apego

aprender

apressada

arrumações

avó

bá escola

bá sementes

baba

babyblog

banho

bárbara

barbara

bárbara.

batata

bbá

bdnotícias de bárbara

bebé

bebé quer falam precocemente

bebés

beijos

birra

birras

blogontro

blogontro cancelado.

boas festas

bola de pêlo

bolo de bolacha receitas fáceis

bondade

bonita

brincadeias avós lenga-lenga

brincadeira

brinquedos

cadeia alimentar

cadeirinhas

campanha. mãe

carinho

carnaval

carro

carros

carta

chacina

chica esperta

cibernética

cinema

cinoc sentidos anjos de prata

cinto

ciúmes

clube mammy

concurso

conversas engraçadas

coração de ouro.

criança

crianças

darfur

desenho

dia do pai

divertido

festa

filha

filhos

flores

golfinhos

histórias

jardim

linda

mãe

magia

mamã

menina crescida

natal

notícias da bá

operação

parabéns

patinho

polícia

praia

prémio

regresso

sapo

selo

talento

vaca

varicela

todas as tags

A mamã gansa gostou

A minha experiência de am...

Fomos à praia

E quando os filhos de Cro...

FRAUDE CIBERNÉTICA É CRIM...

Sabor a azul do Céu...

O Ursinho Gummy

A mamã Natal perdeu as ca...

Um Domingo especial

Parabéns filha

Para a minha Barbarita pe...

Mminhos para o Ninho

1º Lugar Babyblogs

Mamã Gansa

Cria o teu cartão de visita

Voaram sobre o o ninho da Mamã Gansa

Andamos por aqui...

O Nosso selo e os de voos amigos

Crónicas de uma Mãe Atrapalhada

O Selo do nosso Ninho e voos amigos

Crónicas de uma Mãe Atrapalhada

blogs SAPO

subscrever feeds

"Vais ter que aprender a viver com dois pequenos problemas" Bárbara

Carta ao Pai NatalCarta ao Pai Natal de Bárbara Duarte

Lilypie Kids Birthday tickers Daisypath Happy Birthday tickers Lilypie Third Birthday tickers Lilypie Breastfeeding tickers
Segunda-feira, 26 de Novembro de 2007

Só depois de ser mãe percebi...

A dor que a  uma mãe sente quando o pai não aceita o filho.A dor que uma mãe sente quando filho nasce e o pai depois o rejeita durante meses. A dor que se sente quando o filho é usado como arma de arremesso em discussões familiares. O desespero que levam certas mães a abandonarem os filhos e irem embora, embora eu não o conseguisse, percebi. Infelizmente percebi muito bem. Bem demais para o meu  gosto. Percebi o desespero de se lutar sozinha . De não entenderem que dói quando não respeitam aquilo que nós mais amamos. Quando as pessoas só pensam nelas próprias e acham que os nossos filhos são brinquedos, que pegam e largam conforme os apetites que têm. Percebi que se uma mulher abandonar o filho, abortar, der para adopção, rejeitar os filhos, abandonar a família, toda a sociedade a critica, a condena , a acusa , aponta o dedo. Percebi que se for um homem que não aceita os filhos, que abandona a mulher , o lar os filhos mesmo, que recém-nascidos, que sai para comprar tabaco e não volta, que se for o homem a querer o aborto ( estes nunca foram presos) a sociedade não só não condena, não critica, como se for a tribunal ainda lhe dão razão. Percebi que há pessoas que põem a sua felicidade acima da dos filhos, mesmo se isso causar a destruição da família  do filho, só para satisfazer os seus caprichos.Percebi muito bem o que leva muitas a mulheres a não quererem mais ter ninguém a seu lado. Percebi a dor de se entender que os  nossos filhos para algumas pessoas da família são apenas adornos bonitos para mostrar aos vizinhos e amigos e que não importa se estão de saúde ou passam fome.Percebi que há pessoas  que tentam tirar filhos de mães por capricho, que tentam destruir as famílias dos filhos pelo mesmo motivo.E são capazes de o fazer mais do que uma vez.E ainda acham que devemos perdoar !!!!!! Já não sou cristã!  Estou de tal forma farta que me esqueci como se perdoa. E se um dia tiver que escolher, escolho a única pessoa que tenho a certeza que me ama : a minha filha. E para quem de deu ao trabalho de ler isto, desculpem o destilar da raiva e o desabafo mas estou a rebentar pelas costuras.Já não me consigo segurar. Mas espero que isto seja só uma nuvem negra. Juro que tentei, pelo meu amor que o sei grande,só que estou a esgotar. Mas a continuar assim, qualquer dia pego na minha filha e saio para comprar tabaco...
sinto-me: esgotada
crónica da Mamã Gansa às 00:46
link do post | Diga à Mamã Gansa | Ena pá isto é muito giro
 O que é? |  O que é?
27 grasnados:
De Pegadas a 26 de Novembro de 2007 às 10:02
Já passei por momentos de completa exaustão e desânimo e um dos truques que aprendi a usar foi resguardar-me, a mim, ao meu filho e ao meu marido, numa redoma. Assim, vivemos para e pela felicidade de quem está lá dentro e não deixamos que o que está fora dela nos afecte. Se for algo de bom, abrimos a porta e deixamos entrar, se não for, fica do lado de fora e não deixamos que nos fragilize. Tenta fazer uma redoma para ti e para tua filhota, afinal de contas só vocês é que importam, o resto é secundário. Mas também sei que nestes momentos as palavras quase caem em saco roto... Mas tens de fazer força para reagir, por ti e pela flor do teu jardim! Vá, ânimo!
bts**
De Mamã Gansa a 26 de Novembro de 2007 às 18:26
Bem vinda a este cantinho,que costuma ser muito rosa.Mas há dias. Eu já tentei fazer isso,mas acredita que não me deixam.è muito complicado.Obrigada pela força.
Beijinhos
De FELINO a 26 de Novembro de 2007 às 10:48
Olá
Eu sou homem e apesar disso dou-te toda razão.
Os homens nessas coisas estão sempre impunes, para uma mulher é de lamentar e com razão.
Tem calma as nuvens vão passar e o Sol brilha lá fora. Mas não quer dizer que não te compreenda. Tem calma isso passa essa revolta .
Vá se precisares de alguma coisa estarei aqui.

beijinhos
De Mamã Gansa a 26 de Novembro de 2007 às 18:28
Essas palavras vindas dum homem têm particular sabor, para me serenarem. E obrigada , deixaste -me sinceramente como vida , estou grata.
beijinhos
De FELINO a 26 de Novembro de 2007 às 21:41
Não agradeças.
Por favor, sabes que estarei aqui para te ouvir.

Beijinhos e isso passa
De Mamã Gansa a 27 de Novembro de 2007 às 00:45
, espero que sim,mas fico grata na mesma.

beijinhos
De Mia a 26 de Novembro de 2007 às 11:19
Ohhhh miguinha, então??? Vá... e esse sorriso e essa boa disposição que sempre nos habituaste?? Espero que estejas melhor e que esse desanimo todo seja só passageiro! Uma grande bjokinhas
De Mamã Gansa a 26 de Novembro de 2007 às 18:30
Obrigada pela força amiga.Eu também espero que seja só uma nuvem passageira.Como eu gosto de citar" Amanhã é um novo dia!".
beijinhos e muito obrigada pelo carinho.
De Frustrada a 27 de Janeiro de 2008 às 14:25
Olá,

Li a crônica e me identifiquei muito. Há quase 12 anos sinto essa dor e que parece não acabar. Tenho momentos muitos felizes e minha vida não é só tristeza. Mas especialmente hoje , por achar que não daria conta do conflito de ser mãe, busquei, na net, crônicas que falassem sobre essa dor e encontrei. A diferença é que duvido que se possa ter paz diante da incerteza; de abdicar a vida em função de alguém, mesmo que seja filho. E é essa dor que estou vivendo... sempre fiz escolhas pensando no meu filho... e as vezes me arrependo por não ter feito diferente. Sei que amanhã estarei pensando que o meu filho é a escolha certa. Mas agora, neste exato momento, não sei se quero esse carma de ser mãe.
De Lua de Sol a 26 de Novembro de 2007 às 12:11
Li tudo, porque dou-te razão e até comungo da revolta. Mais, a mulher se perder um filho é que é condenada e na maior parte dos casos perde-o porque ele (homem) não o quer e lhe aponta esse caminho...

Bem, mas saltando para o resto... Tem calma. As famílias são maioritariamente compostas por pessoas assim, que só acham os nossos filhos lindos e que não mexem uma palha, mesmo que sejam familiares próximos. E pior, às vezes, até mexem palhas para vizinhos... Á excepção da minha avó (que infelizmente já partiu) e dos meus padrinhos (que estão demasiado idosos) não conto com mais niguém...É triste, se queres saber a verdade, dilacera-me. Conto comigo e com o pai. Não há avôs nem nada...vivos ou mortos é igual. E isso, embora não nos apercebamos, também acaba por pesar numa relação.Carrega-la de deveres e responsibilidades. Agora, imagina, sendo três... Não sei o que está a sufocar mas sei que passa... e que volta... as coisas não são perfeitas, a única coisa incondicional são os filhos...
Vá, arrebita, um grande beijinho
De Mamã Gansa a 26 de Novembro de 2007 às 18:40
Eu .sei linda, e tenho muita admiração por ti, pela tua coragem e admiro a escolha que fizeste. Mas nem o facto de não fazerem nada por nós e fazerem pelos vizinhos que é exactamente o que acontece. É o facto de estar sempre a ser humilhada e rebaixada sob o pretexto de que as pessoas só porque são idosas podem dizer o que querem e lhes apetece. Já tentei rir-me da situação,mas quando vejo a perversidade que há por detrás disto. É muito mau Eu gostava de ter o jogo de cintura que algumas pessoas como tu têm,mas eu infelizmente tenho os nervos a flor da pele e se me calo é pior, porque depois expludo à mínima quando o copo enche.Estou cansada de jogos psicológicos e chantagens emocionais.E tudo isto porque o fim-de-semana passado ,fomos ao aniversário da minha sobrinha que já não ia há 4 anos e não estivemos por cá. Sim nada é perfeito e amor pela minha filha é incondicional.
Beijinhos e obrigada pela amizade e pelo carinho.
De Estupefacta a 26 de Novembro de 2007 às 14:03
Então amiga
O cansaço leva-nos ao desespero, mas pensa em ti e na tua linda pequenota. Por ela e para ela tudo.
Faças o que fizeres, que ninguém te atire a primeira pedra. Podes contar comigo para tudo e em tudo!
De Estupefacta a 26 de Novembro de 2007 às 14:05
esqueci-me dos beijinhos
mas agora mando muitos e todos repenicados
De Mamã Gansa a 26 de Novembro de 2007 às 18:48
Sim tens razão e há outras pessoas que fazem isso propositadamente.Mas mais razão ainda tens quando dizes que tenho de pensar na minha filha.Obrigada pelo apoio e carinho e retribuo já os beijinhos repenicados.
De divaegugas a 26 de Novembro de 2007 às 18:10
Entao linda o que foi isso?? Só eu posso ter esses desabafos horriveis...lol...Agora a serio nao fiques triste...eles nao merecem...O que se passou??
De Mamã Gansa a 26 de Novembro de 2007 às 19:04
Pois é,nem sabes como lembrei de ti e do teu Gugas , enquanto escrevia este desabafo. Obrigada pela força.
O que se passou é simples: experimenta arrancar um filho único de 36 anos de casa da mãe octagenária que sempre mandou em tudo e todos, que trata a irmã quase como sua criada particular lhe criou o filhos, que esteve sempre habituada a mandar em todos, estragar a essa senhora o sonho do filho voltar para a ex-namorada que ela adorava ( embora eles já estivessem separados há muito tempo) e teres essa senhora a ligar-te para relembrares ao teu namorado , marido, o aniversário da ex-dele quando acabou de falar com ele, não te deixar entrara em casa dela antes do filho, falar mal de ti à família dela toda, teres a senhora a dizer-te a: A mãe é mais do que a mulher, por isso eu sou mais importante que você para ele. Ver este ciúme todo exacerbar-se quando anuncias que estás grávida e nem direito a Parabéns tens.Entrares na casa da senhora com a neta única nos braços e apesar de lhe teres oferecido uma foto tua com o filho dares sempre de caras com a fotografia dele com a ex-namorada, entre outros mimos que a senhora faz questão de ter usando a idade, como desculpa para ela poder falar e os outros não. Agora juntas a isso o meu mau feitio (sim porque eu assumo ter mau feitio), e o defeito de ter o coração perto da boca e `explodir e um homem que só não quer é que o chateiem a ele e percebes o filme
De divaegugas a 27 de Novembro de 2007 às 19:06
Irra essa sogra é pior que a bruxa má....lol..o melhor é ignorar...manda fazer um poster enooorme vosso e cola na parede da sala dele...e estas a vontade para desabafar sempre que quisres...tenho dois bons ouvidos...
De Mamã Gansa a 27 de Novembro de 2007 às 22:59
Pois mas há pessoas que não gostam de ser ignoradas e ele é filho único e elas só o têm a ele.E eu até tinha muito carinho pela senhora, mas desde que nasceu a minha filha tem ultrapassado muitos limites.E pronto chega que este blog é para coisas bonitas.Obrigada por me "ouvires".
beijinhos
De Mamã Gansa a 26 de Novembro de 2007 às 19:07
E desculpa estar aqui a chatear-te com os meus problemas , tu que tens bem piores. Obrigada pelo carinho e beijos muitos gordos a ti e ao Gugas
De mamaepedro a 26 de Novembro de 2007 às 20:55
Miga, ignora, eu sou óptima para ignorar e esquecer-me que as pessoas existem, se as pessoas se sentirem ignoradas desistem, vais ver, é bom para ti, e pior para elas, eh, eh! Tens a tua filha que é linda como ânimo, portanto, esquece tudo o que de mal te traz!

Beijinhos e espero que esta nuvem negra que por aqui pairou desapareça...

Fica bem!

Cila
De Mamã Gansa a 27 de Novembro de 2007 às 00:39
Obrigada amiga pelas tuas palavras de ânimo.Eu tenho tentado, mas há circunstâncias especiais que não mo permitiram até agora, porque eu sou burra.Mas hei-de arranjar maneira de o fazer.E sim a minha filhota é melhor coisa do mundo. Acho que sim que esta nuvem vai desaparecer, embora ainda permaneça um leve nevoeiro.

beijinhos
De renascida a 27 de Novembro de 2007 às 07:49
por vezes a unica "coisa" que nos segura são eles (os filhos). nao tive essa experiencia mas a minha mae passou por ela. orgulho-me de cada mulher que luta pelos seus filhos, que os poe acima de tudo. para os homens tudo é mais facil, mais simples. o meu marido nao e assim mas o meu pai sim. so o conheci com 21 anos, para desejar nao o ter conhecido. nao sao todos assim, e ainda bem, senao o mundo estaria mesmo perdido, mas infelizmente tambem existem muitas mulheres que poe os seus interesses acima de tudo, inclusive dos filhos. admiro uma mae com M , admiro-te!!por muito dificil que a vida seja (e é sempre) eles sao tudo. sao a nossa vida, a nossa ancora.
jinhos enormes de coragem e orgulho e um xi coraçao enoooorme para a tua pequenina
De Mamã Gansa a 27 de Novembro de 2007 às 13:38
Quando conheci o pai da Bárbara ele não queria ser pai, por isso esperei alguns anos para ver se mudava de ideias, quando pensei que isso tinha acontecido, a criança foi planeada a dois. Não houve o mínimo de entusiasmo durante a gravidez, mas isso por vezes é normal. Quando ela nasceu, voltou a rejeitar a ideia de ser pai, mas a filha acabou por o conquistar. Hoje nada lhe posso apontar como pai. Mas deixou marcas profundas. Quando em certas situações me falta o apoio que eu gostaria vem tudo ao de cima. Porque para algumas pessoas ele é perfeito e eu sou a bruxa má. Temos uma boa relação, que permitiu que se ultrapassasse isso, mas há pessoas que andam a tentar estragá-la e eu não quero deixar, por vezes faltam forças. Estou mais calma. Obrigada pelo carinho e palavras de apoio. Acho que para qualquer mãe a prioridade são os filhos até ao dia em que estes começarem o seu próprio caminho 0e mesmo assim estarei de braços abertos para o que foi preciso.

beijinhos
De Carla Maia a 27 de Novembro de 2007 às 10:50
Espero que toda a situação se resolva, eu sei que não é fácil, vivo ao pé da minha mãe e dos meus avós, mas às vezes queria morar a 500 kms da família, embora goste muito deles, força e bjs
De Mamã Gansa a 27 de Novembro de 2007 às 13:45
Olá linda, espero que esteja tudo bem com vocês. Sim ás vezes dá vontade disso mesmo. Foi apenas um gota de água que fez transbordar um copo que já a encher há muito tempo tempo.Mas precisava de desabafar...Acho que quando se quer tudo se ultrapassa. Mas é muito dificil lidar com pessoas que tem duas caras e fazem chantagem psicológicas.

beijinhos
De Mãe da pitukinhas a 28 de Novembro de 2007 às 19:34
Como eu te compreendo, o meu caso em relação à minha sogra é mais ou menos parecido com o teu, mas eu tenho a sorte de o meu marido não ligar muito aos ataques da Mãe e de estar-mos o mais longe possível para não nos chatear-mos. Por isso precisa de ter muita força e se precisares de desabafar, jà sabes no meu blog tem o meu email. Beijinhos grandes.
De Mamã Gansa a 28 de Novembro de 2007 às 21:59
Estou sinceramente como vida por tanata gente a a dar-me palavras de apio, se calhra era disso mesmo que estava a precisar miminhos. Obrigada

Comentar post

Crónicas gosta de

Andamos por aqui...