mais sobre mim

cuscar no ninho

 

Janeiro 2014

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

Crónicas frescas

2anos….

Manteiga

Coisas más e coisas boas

Feliz 2014

Feliz Natal

Feliz Natal

Dezanove mesinhos

Afinal há manhãs assim c...

Fomos a praia os três...

Gonçalo e a "cobertura de...

Gonçalo e a Otite

Batata versus Body

Voltámos à nossa Praia

Notícias

O puto já anda

8 anos o número do Infini...

Um ano de ti Gonçalinho

FELIZ NATAL

Babá valente

Dez meses de ti Gonçalo.

Saídas da Bá

O lanche do Gonçalo

O 1º lanche que a mana d...

É oficial a Bá já está no...

Dicionário de Bárbara

Já fiz 5 meses.

Indginção em dfesa da ama...

Nasceu uma mãe I

Nasceu uma mãe II

Coisas da Bá

Cronicas Antigas

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Maio 2013

Março 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Junho 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

tags

adeus

agradecimento

ajuda

alimentação

almoço atribulado

amiga

amigos

amizade

amor

amor de mãe

amor maternal filha

aniversário

aniversário da bárbara

aniversário do cr´´onicas

aniversário do crónicasde uma mãe atrapa

anjos

apego

aprender

apressada

arrumações

avó

bá escola

bá sementes

baba

babyblog

banho

bárbara

barbara

bárbara.

batata

bbá

bdnotícias de bárbara

bebé

bebé quer falam precocemente

bebés

beijos

birra

birras

blogontro

blogontro cancelado.

boas festas

bola de pêlo

bolo de bolacha receitas fáceis

bondade

bonita

brincadeias avós lenga-lenga

brincadeira

brinquedos

cadeia alimentar

cadeirinhas

campanha. mãe

carinho

carnaval

carro

carros

carta

chacina

chica esperta

cibernética

cinema

cinoc sentidos anjos de prata

cinto

ciúmes

clube mammy

concurso

conversas engraçadas

coração de ouro.

criança

crianças

darfur

desenho

dia do pai

divertido

festa

filha

filhos

flores

golfinhos

histórias

jardim

linda

mãe

magia

mamã

menina crescida

natal

notícias da bá

operação

parabéns

patinho

polícia

praia

prémio

regresso

sapo

selo

talento

vaca

varicela

todas as tags

A mamã gansa gostou

A minha experiência de am...

Fomos à praia

E quando os filhos de Cro...

FRAUDE CIBERNÉTICA É CRIM...

Sabor a azul do Céu...

O Ursinho Gummy

A mamã Natal perdeu as ca...

Um Domingo especial

Parabéns filha

Para a minha Barbarita pe...

Mminhos para o Ninho

1º Lugar Babyblogs

Mamã Gansa

Cria o teu cartão de visita

Voaram sobre o o ninho da Mamã Gansa

Andamos por aqui...

O Nosso selo e os de voos amigos

Crónicas de uma Mãe Atrapalhada

O Selo do nosso Ninho e voos amigos

Crónicas de uma Mãe Atrapalhada

blogs SAPO

subscrever feeds

"Vais ter que aprender a viver com dois pequenos problemas" Bárbara

Carta ao Pai NatalCarta ao Pai Natal de Bárbara Duarte

Lilypie Kids Birthday tickers Daisypath Happy Birthday tickers Lilypie Third Birthday tickers Lilypie Breastfeeding tickers
Quarta-feira, 31 de Outubro de 2007

Não sou paranóica, mas que aconteceu, aconteceu!

Não sou paranóica no que diz respeito a perseguições ou coisas no género. Mas no que diz respeito a crianças todo o cuidado é pouco. O que eu vou relatar já se passou há mais de oito dias na sexta-feira anterior a esta última. Como já aqui disse gosto de passar com a Bárbara no Jardim da Estrela. As avós moram lá perto e fazemos dois em um, passeamos e deixamos avós contentes pela visita. É comum o jardim estar cheio de crianças e turistas, de máquina em punho prestes a registar as suas recordações num flash, talvez por isso desconsiderei a maior das vezes que sinto flashes apontados a mim ou à Bárbara, pois é normal por vezes sermos apanhadas em querer. Mas voltando à vaca fria. Eram já perto da 17 horas fomos lanchar à esplanada. A Dona Bárbara aproveita-se de eu estar atirara a carteira para pagar e decide fugir-me vou atrás dela e aperto – lhe a mão com tanta força que dá dó para que não volta a fugir. Finalmente consigo pagara e vamos lanchar. Pouco tempo depois de estarmos sentadas a Bárbara assusta-se e eu sinto um flash directo anos. Olho em volta e não vejo ninguém de máquina em punho. Devia ser de alguém de passagem, penso e tento não sobrevalorizar a questão. Vamos dar o lanche aos patos e seguir vamos jogar à bola. Escolhemos um espaço relvado perto do Coreto onde só estamos as duas. Entretanto chega um pai com uma menina mais pequenina que a Bárbara que brincar com a bola. Amoroso a Barbara aceita brincar com a menina e empresta-lhe a bola. Enquanto esperamos que a menina toque na bola, sinto sem qualquer sombra de dúvida um flash dirigido a nós, ( a menina e o pai desta estavam de costas para a direcção do flash). Olho na direcção do flash e vejo um homem sair acorrer detrás de uma árvore, que estaca quando me vê olhar e começa a afastar-se mais lentamente e a olhar para trás. Embora a primeira reacção fosse pensar correr atrás dele contive-me pois não podia deixar a Barbar sozinha. Como estava sem óculos não lhe fixei os traços de rosto. Mas fixei que era de meia-idade, calvo com óculos, tinha estatura média à volta de 1,65m e afastou-se com uma andar meio corcovado, sempre a olhar para trás. Despedi-me do pai da criança, peguei na bola e na Bárbara e fui tentar encontrar polícia, que nesse dia não vi no Jardim. Já não é primeira vez com o Jardim semi-vazio que tenho a sensação de estar a ser fotografada, mas por todos os motivos que descrevi nunca valorizei   a situação mas a certeza foi desta vez. Alguém que eu não sei quem é nem com que intenções, tem fotos minhas e mais grave da minha filha. Pode ser inócuo, pelo gosto de fotografar, mas porquê o esconder-se e o fugir?

 Pelo sim pelo não, fui a uma esquadra local e relatei o sucedido. Para minha surpresa, deram mais ao atenção ao que eu descrevi do que eu esperava, pelo fiquei surpreendida pela positiva e aconselharam-me que se voltasse a acontecer semelhante coisa contactasse para o 112 no caso de não ver polícia, no Jardim, pois eles dizem que têm sempre lá gente e que nos põe imediatamente em contacto. Não deixei de frequentar o Jardim, mas com cuidado redobrado. e da última vez que lá estive, vi uma patrulha. Não sei se reagi bem, mas situação para mim era estranha e nova e vocês o que fariam?

crónica da Mamã Gansa às 14:34
link do post | Diga à Mamã Gansa | o que disseram à mamã (11) | Ena pá isto é muito giro
 O que é? |  O que é?
Sábado, 27 de Outubro de 2007

Bicho vai mas não vem

Uma das brincadeiras das vovós velhinhas é uma gira lenga lenga que diz:"Bicho vai ,bicho vem à maminha do meu bem" e a seguir enchê-las de coceguinhas nas maminhas. A Bárbara adora a brincadeira e ri-se muito. Depois gosta de me desafiar para brincar com ele quando ela diz a lenga lenga  só diz: Bicho vai, Bicho Vai.

Conclusão final com ela o bicho vai, mas não vem!

crónica da Mamã Gansa às 01:22
link do post | Diga à Mamã Gansa | o que disseram à mamã (3) | Ena pá isto é muito giro
 O que é? |  O que é?
Terça-feira, 23 de Outubro de 2007

Enquanto dormes...

Não sei bem porque sempre gostei de ver o teu rostinho pequenino, a dormir com ar sereno. Sempre me deleitei a apreciar os traços bem delineados do teu rosto de boneca. A minha boneca especial, a minha princesa. Olho para ti e penso "como cresceste"; ao mesmo tempo que penso, és tão pequenina, tão frági, tão pura. O teu mundo é um mundo tão sem maldade. ès tão pequenina e o teu coração é tão grande. Trazes contigo a inocência e a beleza das coisas simples. Ensinas-me como é simples ser feliz. Uma ida ao parque, um chupa, um passeio no jardim para dar de comer aos patos ou perseguir os pombos.
      Persegues-me pedindo que brinque contigo ao Lego, jogar à bola, a desenhar, a embalar bonecas. E eu brinco.E é tão bom voltar a ser criança contigo. Depois pedes-me colo e dizes que queres fazer óó nas pernocas da mamã. E eu volto a ser criança, e embalo a minha boneca mais preciosa de sempre. E depois adormeces e eu deito-te na tua caminha com os teu "bebés" e aconchego-te os lençois. Sussurro-te palavras de carinho, para que durmas um  soninho descansado. Mas por vezes esse sono não é descansado. E eu eu fico triste por te ver doentinha. E quando assim é também eu não durmo sossegada. Às vezes deito-te do meu lado e tento aconchegar-te debaixo da minha "asa", do meu calor e é tão bom sentir que essa proximidade te acalma te dá segurança e que por vezes até o teu sono se torna mais tranquilo,como devia ser sempre um sono de criança.Porque não é por ficar toda a noite acordada a velar o teu sono que me deixa perturbada. O que me incomoda e me angustia é passar noites acordada por te sentir a sofrer e por vezes nada poder fazer para te aliviar. Por isso tranquiliza-me ter-te a meu lado, sentir que te sentes aconchegada no calor do corpo que te gerou e no carinho da mãe que adora sentir o teu cheirinho,e o teu corpinho pequenino a aninhar-se em busca da protecção de amor de mãe. E eu não me importo de passar horas em branco a ver-te dormir de rosto sereno.E essa serenidade tranquiliza a minha alma, porque vejo que o teu sofrimento se acalmou  e o teu sono finalmente serenou.
   Gosto de ver o teu rosto pequeno, a dormir um sono sereno.
Dá-me paz. Faz-me sentir mais pura,mais verdadeira,mais inteira. Por dormires tão serena, confiando no meu amor de mãe.
                 Obrigada filha , por me fazeres  sentir assim. Obrigada por me escolheres a mim para a difícil, mas incomparável missão de ser a tua a mãe.
sinto-me:
crónica da Mamã Gansa às 01:02
link do post | Diga à Mamã Gansa | o que disseram à mamã (5) | Ena pá isto é muito giro
 O que é? |  O que é?
Segunda-feira, 22 de Outubro de 2007

Orgulhosamente mãe babada

Desta vez foram as minhas amigas Salpicos de Luz  e mamã Cila que me fizeram  uma surpresa e me nomearam como uma babadíssima mamã. Oferecendo-me esta prendinha:




Agora é que eu fico mais Gansa e mais babada  e esta prendinha é para partilhar com mais 5 mamãs babadas:
Lua de Sol
LauraIsa
Frutinhos
Katya
Era1xeu
Sissi
mãedapitukinhas


ultrapassei as cinco paciência acho que são todas babadas,as minhas desculpas a quem ficou de fora,mas já ultrapassei a barreira das cinco... e é claro as mamã que me nomearam só não têm direito a prémio porque já o tiveram e assim partilho com outras mamãs.


 
sinto-me: muiiiito
crónica da Mamã Gansa às 12:44
link do post | Diga à Mamã Gansa | o que disseram à mamã (2) | Ena pá isto é muito giro
 O que é? |  O que é?
Sexta-feira, 19 de Outubro de 2007

Porque além da mãe da Bárbara,também tenho outras facetas

Convido-vos a visitar o meu outro blog Sopa de Letras, que importei dos blogs antigos há algum tempo. O sopa de Letras é onde tenho as minhas divagações e as minhas histórias. Quando não tiver novidades por aqui, espreitem por lá , espreitem também os arquivas pois é antigo e metam a colher à vontade.
 A Bárbara já anda a recuperar os sonos e eu o meu ritmo. A tia-avó da Bárbara está bem. Aparentemente fez uma boa recuperação, pois ainda não foi à consulta de pós-operação. Só dia 24 saberemos se tudo ficou realmente bem. A preocupação é porque esta senhora está prestes a fazer 80 anos dia 26 deste mês e vive com uma irmã de 85.
Amanhã eu e a Bárbara vamos visitá-las e aproveitamos para ir ao Jardim da Estrela, passear e visitar os Tobias (patos para mim e para a Bárbara). Um dia explico o porquê de lhes chamarmos Tobias. Agora vou deitar-me que já é tarde.
crónica da Mamã Gansa às 03:09
link do post | Diga à Mamã Gansa | o que disseram à mamã (2) | Ena pá isto é muito giro
 O que é? |  O que é?
Quarta-feira, 17 de Outubro de 2007

Família e sono

Tenho andado um pouco afastada daqui por questões de família. Uma tia vaó da Bárbara foi operada a uma vista,correu bem ,mas precisou de assistência. Como tenho a Bárbara e não posso passar lá as noites, para lhes dar assistência., veio família dar uma mãozinha.Esta semana tive vistas que se hospedaram por cá . É sempre bom ver família de longe, mas por outro lado os ritmos alteram-se principalmente os das crianças . Ontem depois de uma seca ( sim, seis no Colombo é para enlouquecer,mas , pronto também me vieram ajudar)  prolongada no Colombo a Bárbara deixou-se dormir às 9 horas  da noite(sei que para muitos é normal,mas com ela é melhor não acontecer). Pois eu tive tanta pena que nem a acordei para jantar, pois ela tinha acabado de lanchar. Perto de duas horas da manhã, uma voz chama-me:
-Mãeeeeee!
Lá fui eu. Pediu o biberon.Fiz e tentei que ela  voltasse dormir. Pois já eram perto das seis da manhã, quando finalmente se deixou dormir, no meio dasminhas pernas, com a cabeça na minha barriga. Ainda por cima , eu tinha de me levantar cedo, para ir buscar outra familiar, que ficou com a minha sogra, para depois as levar ao Expresso. E o pobre pai que tinha que ir trabalhar,nem o sofá tinha para se escapar
 Vou dormir e nunca mais quero que a Bárbara durma às nove.da noite. Pois é sempre nisto que resulta, desde que ela era bebé.Ou se deixa dormir tarde e dormimos todos. Ou se deixa dormir cedo e depois a partir das duas manhã,ninguém dorme....
ai ai  a minha vida
sinto-me: profundamente ensonada
crónica da Mamã Gansa às 00:45
link do post | Diga à Mamã Gansa | o que disseram à mamã (12) | Ena pá isto é muito giro
 O que é? |  O que é?
Sexta-feira, 12 de Outubro de 2007

Outro desafio pag.161

Já há quase um mês que  a Mãe da pitukinhas ,  lançou este desafio para mim. Tenho tido o livro aqui ao lado, mas peço desculpa tenho-me esquecido. Como tentei agora pôr os desafios em dia. Aqui fica.

 
 "É quase impossível distingui-la do que nela se encontra envolvido."
frase da página 161 do livro as "As Ondas " de Vírginia Woolf .

Confesso que o tema e a estrutura do livro me atraiu , mas que não consegui ainda lê-lo por ser um livro em que é necessário estar muito concentrado na sua leitura e neste momento a  minha cabeça viaja por sítios dispersos.

 

Devia desfiar mais pessoas, mas faço o seguinte deixo o desafio a quem aqui chegar e gostar de ler. Se assim for sinta-se desafiado e agradeço por me terem desafiado

crónica da Mamã Gansa às 18:05
link do post | Diga à Mamã Gansa | Ena pá isto é muito giro
 O que é? |  O que é?
Quinta-feira, 11 de Outubro de 2007

Desafio da Kátya

Fui desafiada pela Katya
O que estavas a fazer há 10 anos atrás?
Tinha 29 anos, estava a passar uma má fase, pessoal e profissional. Estava a começar a dar aulas num sítio horrível, mas onde aprendi que há sempre pessoas que nos dão valor.
O que estavas a fazer o ano passado?
Estava feliz da vida a dar aulas numa escola de que gosto, perto de casa e a maravilhar-me com a evolução do meu rebento a cada dia que passava, (Ainda hoje o faço).

5 Snacks que eu gosto:
Cajus;
Pevides;
Batatas fritas;
Amendoins;
Tremoços
 
(Bem, acho que Ostras, Camarão, Sapateira, Percebes e Amêijoas , não são snacks senão substituiria ,  )
 

5 Músicas cujas letras conheço de cor:
 
Fala-me de amor (Olavo Bilac)
Só às paredes confesso (não me lembra o autor)
Muitas dos Buena Vista Social Club (boa música cubana)
Cuco da floresta
E as canções que inventei para a minha filha, que são mais que cinco e em breve começarei a postá-las aqui.


5 Coisas que nunca voltaria a vestir/calçar:
Não digo nunca (aprendi com James Bond).
Visto conforme o estado de espírito,conforme aocasião. Não sigo modas. Já vesti coisas que em outras ocasiões jamais vestiria. Não faço ideia. Talvez cinco coisas demasiado justas, berrantes e extravagantes para o meu gosto.

5 Brinquedos que eu gosto:
Adoro brinquedos, a minha filha tem sorte tem uma mãe “brincóloga”. Por isso vou falar de brinquedos mesmo.
-Bonecas (excepto Barbies, e bonecas de porcelana que me lembram um filme de terror);
-pistas de automóveis
-Quadros magnéticos
-Móbiles
-Caixinhas de música.
-brinquedos coloridos com luzes e sons.
- Cavalinhos de baloiço;
-Peluches;
Ehe eh, já passei dos 5 e até ia para muitos mais.
Eu avisei, adoro brinquedos.
 
E os desafiados são:
Lua de Sol
Estou estupefacta
 JCDuarte
Frutinhos
 Era1xeu
 tuwee
 
crónica da Mamã Gansa às 14:32
link do post | Diga à Mamã Gansa | o que disseram à mamã (4) | Ena pá isto é muito giro
 O que é? |  O que é?
Quarta-feira, 10 de Outubro de 2007

Outro desafio

As minhas amigas mamã Cila e Lua de Sol, lançaram-me este desafio:

O dia mais triste da minha vida:

O dia em que cheguei do Porto para ir ver a minha avó ao Hospital e já não a consegui ver viva. Ela tinha falecido algumas horas antes.

O que mudou a minha maneira de olhar o amor:

A maneira como conheci o pai da minha filha. Sentir a minha filha dentro de mim, senti-la nascer, vê-la crescer.

O meu carro de sonho...

Um Carocha cor-de-rosa (eh, eh fantasia de infância)

 

A melhor passagem de ano:

Honestamente, já nem me recordo de uma passagem de ano em que me tenha divertido, mas só por ser a primeira com a minha filha nos braços a de 2005 para 2006 (e só por isso porque mais parecia um funeral, com a minha sogra e a irmã a chorar a morte dos ente queridos que já faleceram há 10 ou mais anos, ignorando que era a minha primeira passagem com minha filha) podem ver o ambiente.

O meu livro favorito:

Pois, são muitos. São tantos que é difícil escolher. Mas falarei de Os Maias de Eça, de Queiroz, Coração de Edmundo de Amicis ; Fernão Capelo Gaivota de Richard Bach e quase todos deste autor, OS Bichos de Miguel Torga, e a maioria deste autor; “A Sereia” de Camilo Castelo Branco. “Diário de um killer sentimental”, “Mundo do fim do mundo” e quase todos que já consegui ler de Luís Sepúlveda. A insustentável leveza do ser de Kundera que me marcou na verdadeira acepção da palavra, porque o li de uma pernada na praia e quando saí da praia, fiquei com a marca da sombra do livro e não da do bikini. Os contos de Hans Cristian Andersen, As Crónicas de Nárnia e blá, blá, blá

O meu filme favorito:

Tenho mais que um (sou Balança, detesto escolher). Na infância “O Bambi”, o “E,T” e qualquer um de “Fantasias” da Walt Disney. Mais tarde porque marcou uma mudança na minha vida “Oficial e Cavalheiro”,“E tudo o vento levou” porque acho fabulosa a personagem de Scarlett O’hara. “O Urso” porque transmite uma linda mensagem e porque este filme em termos de fotografia é absolutamente fabuloso. “ Cidade dos Anjos” porque tem dois actores de que gosto muito e a história embora triste, é linda. Mas haveria muitos mais….

Gosto de:

 

Gosto da minha filha. De estar com a minha filha, brincar com ela. Gosto de ser mãe. Gosto do Verão, de praia, de gaivotas e Pôr -do – Sol.  Gosto de namorar no sofá, na cama e também na rua como casal de namorados adolescentes. Gosto de falar, de escrever, de passear. Gosto de ensinar e brincar com os meus alunos quando eles o merecem. Gosto de estar com os amigos. Gosto de não fazer nada. Gosto de passar roupa ferro (ok fico com dores de costas e de pernas, mas gosto).Gosto de cozinhar. Gosto polvo ao lagareiro feito por mim, gosto de todo o tipo de massas. Gosto de ervilhas com ovos escalfados feitas pelo meu amor. Gosto de um belo vinho tinto aveludado e de um bom Gin tónico. Gosto de um belo uísque, depois do jantar. Gosto de sumo de laranja e de maçã, gosto de café e de chá e nunca pensei dizer antes de ter a minha filha, mas gosto de água e de azeitonas. Gosto de marisco. Gosto de golfinhos e de gaivotas. Gosto de Teatro, de Cinema. Gosto de ver, ouvir, cheirar, sentir. Gosto de aprender coisas novas. Gosto de ouvir o som da trovoadas, quando deitada, Adoro rir, sentir-me feliz, estar com aqueles que amo. Gosto de ser eu. Gosto da vida.

 Como já quase todos os que visito foram desafiados deixo o desafio, a quem achar interessante pegar nele e responder.Considere-se desafiado.

 

 

 

crónica da Mamã Gansa às 14:21
link do post | Diga à Mamã Gansa | o que disseram à mamã (6) | Ena pá isto é muito giro
 O que é? |  O que é?

Cinco Estrelas

 
 
 
 



A minha amiga Lua de Sol, que sempre me tem acarinhado desde que teclei as primeiras letras quase, como quem  aqui dá os primeiros passos, nomeou este blog 5 estrelas.Obrigada pelo carinho e distinção.E como adiciono  como amigos os que mais gosto e guardo o que leio aqui. ficam aqueles que eu acho 5 estrelas. É por isso que os leio.
 
Tintas e Pincéis da nossa querida Sara /Lua de Sol

e todos os JC Duarte.que encontram ao lado o link do Relógio Parado e do Old Fashion.

E como dizia alguém : Façam o favor de serem felizes.

 

 
sinto-me: 5
crónica da Mamã Gansa às 00:30
link do post | Diga à Mamã Gansa | o que disseram à mamã (3) | Ena pá isto é muito giro
 O que é? |  O que é?
Segunda-feira, 8 de Outubro de 2007

ONDE É QUE EU ESTAVA ?

Onde é que eu estava quando te começaste a virar e querer sentar?

Onde é que eu estava quando disseste a primeira palavra?

Onde é que estava quando agarraste o primeiro brinquedo?

Onde é que eu estava quando começaste a gatinhar?

Onde é que eu estava quando te começaste a pôr de pé?

Onde é que eu estava quando deste os primeiros passinhos?

Onde é que eu estava quando choravas de dores por romperem os primeiros dentinhos?

Onde é que estava quando choravas por sentires saudades do sabor do peito que te alimentava?

Onde é que eu estava quando sentias saudades do calor do meu corpo a te confortar e acarinhar?

Onde é que eu estava quando choravas de medo e algo te assustava? E não eram os meus braços e abraços que te confortavam?

Onde é que eu estava quando cresceste?

(Onde é que estavas mãe?

Onde? )

Onde, onde é que eu estava?

  Na maioria destas horas eu estava a trabalhar,

O meu corpo estava presente, trabalhava.

 O meu coração de mãe estava contigo.

A minha alma de mãe chorava porque perdia estes momentos únicos, porque não te podia confortar,

Aninhar-te no meu peito e a seguir embalar-te com uma canção de encantar.

Desculpa filha, eu estava a trabalhar…

Mas o que me confortava e ainda me conforta, é que há um amanhecer e um anoitecer, em que és só minha.

Que há sempre um momento que eu não vou perder e mais que tudo,

 Saber que a ti,

Meu tesouro

Eu nunca perdi.

 

 

crónica da Mamã Gansa às 14:32
link do post | Diga à Mamã Gansa | o que disseram à mamã (4) | Ena pá isto é muito giro
 O que é? |  O que é?
Domingo, 7 de Outubro de 2007

Sugestão para um fim de semana chuvoso.

Está a fazer uma semana, no Domingo chovia. O pai da Bárbara teve uma ideia magnifica Fez-nos uma surpresa, mandou-nos arranjarmo-nos para sairmos. Fomos para o carro e pergunta foi inevitável:
 - Onde vamos?
-Já vês . - responde.
Vejo que estamos na direcção de Algés e nada me ocorre. Só quando estacionámos, é que vi o edifício à minha frente. Fomos visitar o Aquário Vasco da Gama. Já não ia lá há anos. A Bárbara ficou excitadíssima, vi-me aflita para a manter quieta, pois ela achava que aquilo era um espaço excelente para correr. Por outro lado estava fascinada com os peixes. Agarrou-se a mim quando viu a Lula Gigante.
   Tudo o que via perguntava : O que é isso? E ficava muito atenta às respostas.
Gostou das focas e das tartarugas. Quis fazer festinhas aos golfinhos e às gaivotas embalsamadas e quis fazer de banco da mandíbula inferior da baleia que têm em exposição. Mas o que ela mais gostou foi de dar comida aos peixinhos. No Aquário têm uma daquelas máquinas de bolas, cujas bolas contêm comida, para os peixinhos. É uma ideia gira. Ela adorou, nem se queria vir embora ....
Fica aqui a sugestão.
crónica da Mamã Gansa às 03:00
link do post | Diga à Mamã Gansa | o que disseram à mamã (3) | Ena pá isto é muito giro
 O que é? |  O que é?
Sexta-feira, 5 de Outubro de 2007

Mãe distraída!....

Ontem fui buscar a Bárbara à escola e de seguida como de costume dirigi-me  ao café para comprar pão. Estacionei o carro, saí  e tranquei o carro. Só quando fui para tirar a Bárbara da cadeirinha é que reparei que tinha trancado o carro com ela ainda lá dentro. Abri a porta e pedi-lhe desculpa . Ela riu-se e respondeu-me: -Tem juízo, mãe tem juízo!

E rimos as duas  à gargalhada.

crónica da Mamã Gansa às 01:56
link do post | Diga à Mamã Gansa | o que disseram à mamã (4) | Ena pá isto é muito giro
 O que é? |  O que é?
Quarta-feira, 3 de Outubro de 2007

O meu rabo está no cavalo.

O meu rabo está no cavalo.

 

Felizmente a filha já está melhor e foi para escolinha.

Quando ficou e casa comigo de férias, só me tinha mim para brincar. Mas eu nem sempre posso.

 A Bárbara anda numa fase em que atira tudo para o chão. Depois temos pequenas guerras para ela apanhar as coisas. Porque se a mando apanhar, a madame responde: - Apanha a mamã!

 Só que mamã está com trabalho ( que uma casa dá sempre trabalho) pelas orelhas. Estava a lavar a loiça e como a menina queria porque queria, que eu fosse brincar com ela e eu não podia, pega no casaquito que trazia e na malinha de brincar e joga com as coisas para o chão. Respondi-lhe que assim que ela apanhasse as coisas já ia. A resposta foi a do costume. A mostarda subiu-me ao nariz e ralhei-lhe com um ar mais ríspido:

-É bom que apanhes as coisas do chão, ou vais apanhar uma palmada no rabo. – Ela olha para mim e imediatamente senta-se no cavalinho de balouço que estava ao pé dela, ao mesmo tempo que me responde:

- O meu rabo, está no cavalo, o meu rabo está no cavalo!

   Confesso que desta vez não me contive e desatei à gargalhada. Limpei as mãos e disse: - anda cá fazer as pazes, se ajudares a mamã e apanhares as coisas, vou brincar um pouquinho contigo. Ela assim fez e fui brincar um bocadinho com ela. Mas fiquei a pensar …

sinto-me: pensativa
crónica da Mamã Gansa às 19:38
link do post | Diga à Mamã Gansa | o que disseram à mamã (8) | Ena pá isto é muito giro
 O que é? |  O que é?
Segunda-feira, 1 de Outubro de 2007

Peguei, trinquei e meti-te na cesta...



"Filha Encestada"


Quando eu vi olhos de ameixa

E a boca de amora silvestre
Tanto mel, tanto sol
Nessa tua madeixa perfil, sumarenta e agreste

Foi a certeza que eras tu
O meu doce de uva
E noz sobre a mesa
O amor de morango e caju

Peguei, trinquei e meti-te na cesta
Ris e dás-me a volta à cabeça
Vem cá, tenho sede
Quero o teu amor d'água fresca

Peguei, trinquei e meti-te na cesta
Ris e dás-me a volta à cabeça
Vem cá, tenho sede
Quero o teu amor d'água fresca, oh oh oh oh

Tens na pele travo a laranja
E no beijo três gomos de riso
Tanto mel, tanto sol, fruta, sumo, água fresca
Provei e perdi o juízo

Foi na manhã acesa em ti
Abacate, abrunho
E a pêra francesa, romã
Framboesa, kiwi

Peguei, trinquei e meti-te na cesta
Ris e dás-me a volta à cabeça
Vem cá, tenho sede
Quero o teu amor d'água fresca

Peguei, trinquei e meti-te na cesta
Ris e dás-me a volta à cabeça
Vem cá, tenho sede
Quero o teu amor d'água fresca

Ah... foi na manhã acesa em ti
Abacate, abrunho
E a pêra francesa, romã
Framboesa, kiwi

Peguei, trinquei e meti-te na cesta
Ris e dás-me a volta à cabeça
Vem cá, tenho sede
Quero o teu amor d'água fresca

Peguei, trinquei e meti-te na cesta
Ris e dás-me a volta à cabeça
Vem cá, tenho sede
Quero o teu amor d'água fresca

Peguei, trinquei e meti-te na cesta..

 

 

Dina - Amor D'água Fresca
Nandina Veloso & Rosa Lobato De Faria


Foto do pai da Bárbara com a menina nas suas brincadeiras preferidas.


 


sinto-me: mamã a cantarolar
crónica da Mamã Gansa às 17:32
link do post | Diga à Mamã Gansa | o que disseram à mamã (12) | Ena pá isto é muito giro
 O que é? |  O que é?

Crónicas gosta de

Andamos por aqui...